Coloco aqui minhas reflexões, minhas poesias, poesia de terceiros, textos, algumas brincadeiras e muita paz de espírito.

domingo, 30 de outubro de 2011

O que o Homem vê X O que a Mulher vê

hxm hxm1 hxm2 hxm3 hxm4 hxm5 hxm6 hxm7 hxm8 hxm9 hxm10

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Pesquisadores transformam células do sangue menstrual em embrionárias

A descoberta do Instituto Nacional da Cardiologia (INC) e do Instituto de Biofísica da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) é um importante avanço na terapia celular. (Reprodução)

Médicos do Instituto Nacional de Cardiologia (INC), em parceria com o Instituto de Biofísica da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), conseguiram transformar células do sangue menstrual em células-tronco pluripotentes induzidas (iPS, na sigla em inglês) reprogramadas para terem as mesmas características de células embrionárias.

Trata-se de um importante avanço nas terapias celulares, que prometem reparar tecidos danificados por doenças ou traumas, já que as células embrionárias são capazes de se transformar em outros tecidos.

A ideia dos pesquisadores é gerar e estudar as células do músculo cardíaco de duas pacientes que têm uma arritmia cardíaca rara, chamada síndrome do QT longo. A primeira tentativa será com mãe e filha que já tiveram amostras do sangue menstrual colhidas. Por conta da doença, elas sofrem crises de arritmias e podem ter uma morte súbita.

‘Com as células induzidas, vamos reproduzir a doença de mãe e filha ‘in vitro’ e estudar as atividades elétricas envolvidas. Isso vai permitir entender o comportamento anormal das células e testar novas drogas’, explica o pesquisador Antônio Carlos Campos de Carvalho, coordenador de ensino e pesquisa do INC.

Segundo Carvalho, a descoberta de que o sangue menstrual teria células possíveis de serem reprogramadas ocorreu no laboratório da UFRJ e surgiu da ideia de que o útero sofre uma renovação celular bastante acentuada o que sugere uma plasticidade maior das células por causa da alta taxa de renovação. Na ocasião, foram coletadas amostras de sangue menstrual de cinco mulheres saudáveis.

‘E, de fato, encontramos células mesenquimais, que são raríssimas no sangue periférico (do braço, por exemplo)’, afirma.

A pesquisadora da UFRJ Regina Goldenberg percebeu que, em comparação com outros tipos de células, as mesenquimais eram ‘convencidas’ mais facilmente a se comportar como células-tronco embrionárias ou, dito de melhor forma, o procedimento para torná-las células de pluripotência induzida era mais simples e os resultados apresentados, melhores.

Carvalho diz que o método tem duas vantagens: não é invasivo, evitando a necessidade de fazer uma biópsia do coração das pacientes para coletar essas células; e é mais rápido do que o método atual, feito por meio da coleta de fibroblastos (um pequeno recorte) da pele.

‘É uma questão de otimizar a metodologia. Pelo método do sangue menstrual, as colônias de células começam a se formar a partir do 10.º dia. Já pelo método dos fibroblastos, demora cerca de 30 dias’, afirma.

Segundo Carvalho, apesar dos resultados positivos com as células do sangue menstrual, os pesquisadores ainda não conseguiram saber qual a quantidade necessária de sangue, nem atribuir a melhor idade para a coleta.

Carvalho diz, entretanto, que a pesquisa ainda não está focando no uso terapêutico dessas células (como aplicá-las direto no coração das pacientes), especialmente por se tratar de uma doença genética. ‘Nesses casos, a mutação genética responsável pela doença está nas células do paciente. Se reaplicarmos essas células, não estaríamos corrigindo o problema’, afirmou.

Os cientistas, no entanto, também sonham com o dia em que as iPS poderão ser usadas em terapias. ‘Será muito legal quando pudermos induzir pluripotência nas células retiradas do sangue menstrual, corrigir o defeito genético que causa a doença e depois transplantá-las no órgão defeituoso’, prevê Regina.

A técnica é especialmente promissora para as mulheres, pois são elas que fornecem as células usadas na reprogramação. ‘Homens, no entanto, também se beneficiarão indiretamente, caso os genes sejam parecidos com os de uma parente que se submeteu à técnica’, diz a pesquisadora.

Os resultados do estudo serão publicados na revista científica Cell Transplantation.


Fonte:Estadao.com, por Fernanda Bassette e Alexandre Gonçalves

http://sectam.wordpress.com/2011/10/25/pesquisadores-transformam-celulas-do-sangue-menstrual-em-embrionarias/


quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Por que homens odeiam discutir o relacionamento?

As mulheres perguntam: “por que homem odeia DR? Por que vocês não falam, por que vocês não escutam, por que vocês não lutam, por que vocês não discutem o relacionamento?”

Ah, moças. Eu sei por quê. Mas antes… antes quero dizer uma coisa. E a coisa é: meninas, eu tenho um martelo! Reforma na casa, reforma no espírito. E por isso hoje, sob um terremoto de barulho no ouvido, eu vou martelar e esmigalhar um preconceito que o mundo feminino dirige ao planeta masculino.

Sim, hoje falarei de DR. Hoje, aliás, farei até mais: hoje, moças, hoje nós faremos uma DR aqui, olha só que beleza!

UM EXEMPLO NO TOPO

Meninas, meninas. Quando eu quero tocar os grandes assuntos, eu escalo as maiores montanhas. Busco os exemplos mais altos. Vamos pensar na Kate, no William.

Pensa que agora já deu tempo.

O casal real já transou na pia real. Já transou diante do microondas real, atrás da cortina da sogra real, já transou na poltroninha do avião real e pode ser que até na charrete real, à luz da lua, ao som dos cavalos.

Dois meses, três meses, quatro meses, seis meses. Tempo suficiente pra sair da lua de mel (sexo) e entrar na fase do dormir de conchinha só por quinze minutos. Ah, moças… Anatomicamente, homem e mulher foram feitos pra dormir a quinze metros de distância!

Pois é quando o homem abandona a conchinha diária, quando ele assume que basta daquela câimbra horrenda, daquele braço dormente, daquele torcicolo… Quando ele desiste de sofrer pelo romantismo cotidiano e impossível, quando ele assume isso pro espelho, bem, quando tudo isso acontece, a lua de mel acabou.

E que bom! Eterno paraíso é chato. A gente precisa de problemas.

fale-com-ele_DR1

TREMOR E BRONCA

Bom, dizia eu que a aritmética do casal recém formado muda depois de uns meses. Começa a entrar na linda rotina. Voltemos ao nosso exemplo monárquico: a estas alturas, aposto que William já andou roncando no sofá real, de castigo, porque ignorou um apelo qualquer da Kate.

Com a gente também é assim. Porque quando o sexo abranda, quando a televisão e a preguiça começam a sussurrar palavras mais altas, é aí que começa a fase da DR. A fase que causa mais engulhos, suores e tremores nos homens…

A SILENCIOSA DR DO HOMEM

Todo garota que conheço tem um caderninho de verdades. Nesse caderninho, consta que mulher adora debater relacionamento. E que homem odeia o troço.

Quer saber? Mentira! Homens não odeiam DR. A gente só faz diferente! Macho é lento. Precisa de uns segundos a mais do que você pra dizer algo. No fundo, homens amam, homens precisam discutir a relação. Não acredite no cara que diz que não faz DR porque fazer DR é chato. Chato é, mas te juro que ele também tem um ou dois milhões de coisas pra dizer a você. Sempre tem! A gente só faz do nosso jeito, que é mais silencioso, que é mais picareta. Mas faz. Quer ver?

COMO UM HOMEM FAZ DR?

- CIÚME: O ciúme masculino é o ensaio da DR. Quando ele encrespa com aquele seu colega de firma, com o amigo da sua amiga, com o cara que te olhou no bar, ele tá querendo dizer muitas coisas sem dizer (inclusive que tá com ciúme!). Ciúme de homem, quando não é doentio, significa: você não presta atenção em mim…

- MONOSSILÁBICO: Eu disse antes que homens morrem de medo de entrar numa discussão dessas porque vocês dominam a arte! Pois é! Mulher sabe falar. Mulher fala rápido. Mulher sabe falar e fala rápido! Acompanhar essa velocidade e sabedoria é dureza. Bate medo de falar porcaria. Medo de ofender. Ser homem é estar quase sempre a um espirro de soltar uma besteira definitiva, dessas que causam fim de casamento. Um exemplo: tenho um amigo que, pressionado, erra os nomes. Te juro! Quando ele chama a Fátima de Marcela, não existe Marcela no coração dele. É só um nome que surgiu assim, do nada…

- BIRRA: Homem quando está num debate fervoroso com você grita sem gritar. Ele faz bico, fica estúpido, calado, arredio. Se teu garoto anda agindo assim, se ele tá estranho, pergunta e presta muita atenção. Ele provavelmente diz, a cada olhar torto e grunhido, verdadeiros tratados contra algo que não anda gostando.

Repito: a dica, moças, é prestar atenção nele. Homem tropeça na hora de falar. Não são todos, mas é a maioria. Bronca feminina é algo que trava o coração da gente. Lembra aquela professora que metia medo, lembra a mãe com a sandália na mão. Entender a suprema deficiência verbal do macho é bonito, é legal, é bacana. É fazer um carinho no mundo.


Fonte: http://colunas.marieclaire.globo.com/falecomele/2011/10/27/por-que-homens-odeiam-discutir-o-relacionamento/


sábado, 22 de outubro de 2011

50 Segredos das pessoas que nunca adoecem

Cinco povos ao redor do mundo se destacam pela longevidade: eles vivem, em média, dez anos a mais do que o restante da humanidade.

Conheça agora seus principais hábitos de vida

1. Beber água mesmo sem ter sede

]a água está para o corpo humano assim como o combustível para o carro. Isso porque, sem manter os nossos níveis hídricos sempre abastecidos, todo o organismo sofre. O líquido ajuda a aumentar a saciedade, evitando compulsões que podem levar ao sobrepeso e ao aparecimento de diversas doenças, ao mesmo tempo que mantém a saúde do sistema renal. "É o baixo consumo de água que resulta em urina concentrada e na maior precipitação de cristais, justamente o que leva à formação das pedras nos rins", adverte a nutricionista amanda epifânio Pereira, do Centro Integrado de Terapia Nutricional. sucos naturais, chás e água de coco também podem ser usados.

2. Ir ao dentista regularmente

A boca é como um espelho a refletir a saúde do organismo. Daí a importância de permitir que um profissional a examine a cada seis meses. "Muitas doenças sistêmicas, como diabetes, alterações hormonais e lesões cancerígenas podem ser detectadas numa consulta de rotina", diz o periodontista Cesário Antonio Duarte, professor da Universidade de São Paulo (USP). Além disso, o tratamento das cáries deixa o organismo protegido contra inúmeras doenças. "Cáries não tratadas podem se tornar a porta de entrada para micro-organismos, que poderão atingir órgãos nobres como coração, rins e pulmões", alerta o especialista.

3. Ingerir mais nozes

Bateu aquela fome de fim de tarde? Experimente comer duas unidades de nozes todos os dias. Esse é um dos segredos dos Adventistas da Califórnia. Cerca de 25% deles comem nozes cinco vezes por semana. E diminuíram pela metade o risco de problemas cardíacos.

4. Temperar com alho

"Ele melhora a saúde do coração, diminui os níveis de colesterol, a pressão arterial e potencializa as nossas defesas", afirma a nutricionista funcional Gabriela Soares Maia.

5. Comprar alimentos regionais

Se puder privilegiar alimentos produzidos na sua região, sua saúde sairá ganhando. Isso porque os produtos da safra, que não recebem uma grande quantidade de conservantes, em geral, são muito mais ricos em nutrientes. Agora, se você puder ir pessoalmente à feira ou à quitanda do bairro, tanto melhor.

6. Comer mais frutas

Aumentar o consumo de produtos de origem vegetal é uma das medidas mais significativas na prevenção de doenças crônicas. A prática foi observada em pelo menos quatro das cinco Blue Zones e é fácil entender o porquê. "Frutas, legumes e verduras possuem uma quantidade de vitaminas antioxidantes, boas gorduras e fibras que supera em muito a dos alimentos industrializados", diz Isis Tande da Silva, do Ganep Nutrição Humana.

7. Aprender a planejar

A tensão constante é extremamente prejudicial à saúde. "Ela afeta o funcionamento do sistema nervoso, hormonal e imunológico", alerta o psicólogo Armando Ribeiro das Neves Neto, professor da USP. Uma boa maneira de controlar essas reações é não deixar todos os compromissos para a última hora. "Acostume-se a anotar suas pendências em uma lista", diz o especialista em produtividade pessoal Christian Barbosa.

8. Fracionar a dieta

Comer mais vezes ao dia e optar por porções menores é um jeito inteligente de manter o peso estável. "Os jejuns prolongados desencadeiam uma fome tão intensa que é fácil se exceder nas refeições", explica a endocrinologista Ellen Simone Paiva, do Centro Integrado de Terapia Nutricional. Quando dividimos a nossa alimentação diária em cinco ou seis refeições, também estamos dando uma forcinha ao processo de digestão e ao intestino, evitando sobrecargas.

9. Aproveitar o contato com a natureza

Sinta o cheiro da grama molhada, escute os pássaros, sente-se na sombra de uma árvore... Pratique essa terapia sempre que possível, já que ela é altamente relaxante. "A vegetação transfere umidade ao ar e, portanto, o ambiente fica ionizado negativamente. Isso provoca uma reação química no organismo, gerando uma sensação de muita calma", explica a arquiteta Pérola Felipetti Brocanelli, professora da Universidade Presbiteriana Mackenzie. A psicóloga Solange Martins Ferreira, do Hospital Santa Catarina, garante que as atividades ao ar livre também contribuem para recuperação de pacientes: "Quando observam a natureza, eles tiram a atenção da doença".

10. Levantar peso

A ideia não é apenas ficar forte. "Um dos principais benefícios é o aumento da densidade óssea, auxiliando na prevenção da osteoporose e na reversão da sarcopenia (diminuição no número de sarcômero, a unidade do músculo esquelético). Isso evita a incapacidade funcional, muito comum em idades avançadas", diz Ricardo Zanuto, fisiologista e professor de Educação Física das Faculdades Integradas de Santo André.

11. Ser um voluntário

Se você ainda não conseguiu um tempo para isso, é bem provável que não tenha encontrado a causa certa. "Quando se apaixonar de verdade por um trabalho social, acabará colocando-o na lista de prioridades", garante o especialista em produtividade pessoal Christian Barbosa. "Dedicar uma noite por semana já é um bom começo", diz Dan Buettner.

12. Celebrar a vida

Não espere algo de extraordinário acontecer, mas acostume-se a comemorar as pequenas vitórias. Essa é a receita de longevidade dos italianos que vivem na Sardenha, uma das Blue Zones. Eles chamam a atenção pela disposição que têm para festejar tudo e todos.

13. Cultivar a sua fé

"A religião empresta sentido às buscas e conquistas do ser humano, dá uma nova dimensão às vitórias e também às perdas. Além disso, orienta e ajuda as pessoas a tomar decisões difíceis", explica Jorge Claudio Ribeiro, professor de Teologia da PUC-SP.

14. Trocar o café pelo chá-verde

Ainda que você precise do café para acordar, faça a substituição. Afinal, o cháverde também contém cafeína, que funciona como estimulante. O bom é que ele oferece outros extras. "Diversos estudos mostram que a bebida atua na prevenção e no tratamento de doenças como Alzheimer e Parkinson", afirma a nutricionista Andréia Naves.

15. Pegar leve com as carnes vermelhas

Embora sejam importantes fontes de ferro, são alimentos de difícil digestão e, portanto, retardam o funcionamento intestinal. Então, se você é do tipo que não pode viver sem um bifinho, contente-se com um filé médio por dia.

16. Praticar mais atividade aeróbica

Pode ser uma caminhada ou uma corrida. Esse tipo de exercício tem impacto direto sobre os fatores de risco associados à hipertensão, ao diabetes e à obesidade. "A prática regular melhora a força e a flexibilidade, fortalece ossos e articulações, facilita a perda de peso e diminui o colesterol", afirma Zanuto.

17. Encontrar a sua tribo

Se você gosta de esportes, certamente irá sentir-se bem com amigos que também gostam. Portanto, faça um esforço para encontrar pessoas com quem possa compartilhar e trocar ideias. "Uma das atitudes mais importantes para garantir a longevidade é cercar-se de pessoas que vão lhe dar suporte e que conectam ou reconectam você com o sentido maior que você dá à sua vida", diz Dan Buettner.

18. Ser agradável

Facilita a convivência social e cria vínculos com pessoas que poderão apoiá-lo quando necessário. Mas como tornar-se uma pessoa agradável? O autor Dan Buettner é quem responde: "Para isso, é preciso ser interessado e não apenas interessante. Pessoas simpáticas perguntam a você como está em vez de falarem apenas de si mesmas".

19. Definir seus objetivos

É o que os moradores de Okinawa chamam de ikigai e os habitantes de Nicoya nomeiam de plano de vida. Seja como for, o fato é que eles têm muito bem definidas as suas razões de viver e investem nesses propósitos.

20. Conhecer melhor a ioga

Ela une princípios da meditação, exercícios para o equilíbrio, alongamento e o treinamento de força, com foco na respiração. Tudo isso graças à execução de movimentos sequenciados. "A ioga é ótima para a longevidade, porque fortalece os músculos e ligamentos. Então, os movimentos tornam-se mais fluidos e seguros. A prática tem ainda um efeito importante na redução do estresse", diz Dan Buettener.

21. Guardar o despertador na gaveta

Dormir bem significa dar ao corpo a chance de se recompor totalmente. "Se você se deita, dorme logo e acorda bem disposto, pode dizer que tem um sono de qualidade", ensina o neurofisiologista Flavio Alóe, do Centro de Estudos do Sono do Hospital das Clínicas (SP). Quem não tem, corre um risco muito maior de adoecer. "Aqueles que dormem pouco podem ter um aumento do colesterol e dos triglicérides", complementa Alóe.

22. Apostar nos integrais

Não basta comer pão integral. Com um pouco de criatividade, é possível incluir a farinha e aveia integrais na preparação de inúmeros pratos. Quer um bom motivo para fazer isso? Pois saiba que os alimentos não processados oferecem um aporte muito maior de nutrientes. "No processo de refinamento, o germe dos grãos são retirados, restando praticamente o amido", explica a nutricionista Patrícia Morais de Oliveira, do Ganep.

23. Pensar na sua vocação

Fazer o que gosta é uma forma eficiente de afastar o estresse. Além disso, é interessante que o seu tipo de trabalho seja capaz de fazê-lo sentir-se realizado. Por último, saiba que aquele que se empenha em uma carreira para a qual há um sentido profundo, além da manutenção da renda, se sente mais motivado a investir na atualização dos conhecimentos. E estudar, como já vimos, é um santo remédio para o cérebro.

24. Doar seus pratos grandes

A população de Okinawa descobriu um jeito de comer 30% menos: eles utilizam pratos de apenas 23 cm de diâmetro. "Há experiências promissoras sendo realizadas por meio da restrição calórica orientada, que já se mostrou capaz de aumentar o tempo de vida de animais de laboratório em 60%", afirma Ellen Paiva.

25. Ter atitudes positivas

"As emoções fazem parte daquilo que somos e, portanto, são capazes de provocar reações físicas muito claras. As positivas curam e determinam uma maior e melhor qualidade de vida", diz Armando Ribeiro das Neves Neto.

26. Emagrecer a despensa

Na hora da compra, elimine os alimentos que possuem qualquer quantidade de gordura trans e evite os que contêm gorduras saturadas. E por um motivo simples: as chamadas gorduras ruins têm relação com o aumento dos níveis de colesterol LDL e triglicérides, fazendo crescer o risco de infarto e de acidente vascular cerebral. "Além dos industrializados, convém tomar cuidado com os alimentos de origem animal, como carnes gordas", alerta a nutricionista Andréia Naves, da VP Consultoria Nutricional.

27. Saber como usar a soja

Em Okinawa, no Japão, o consumo de produtos da soja é o maior de todo o mundo. O resultado? Dos cerca de 1 milhão de habitantes locais, mais de 900 pessoas já passaram dos 100 anos. "O consumo frequente reduz os riscos de doenças cardiovasculares", afirma a nutricionista Renata C. C. Gonçalves, do Ganep.

28. Estudar sempre

Manter as atividades intelectuais é uma maneira de garantir anos extras de vida e muito mais saúde, principalmente nas idades avançadas. "Exercitar o cérebro vai deixá-lo mais protegido contra doenças. Na prática, isso significa um risco menor de limitações físicas, mesmo se algo der errado porque, nesse caso, a recuperação será muito melhor", explica o neurologista André Gustavo Lima, do Hospital Barra D´or.

29. Ter um dia só para você

Os Adventistas do Sétimo Dia que vivem em Loma Linda, na Califórnia, recolhem-se em suas casas aos sábados e aproveitam a ocasião para meditar e orar. E esse parece ser mais um bom hábito que poderíamos nos esforçar em copiar. Afinal, essas pessoas vivem de cinco a dez anos mais que o resto da população americana. "Se for impossível fazer isso, tente conseguir pelo menos 15 a 20 minutos por dia para não fazer nada, ou melhor, para pensar apenas. É como marcar uma reunião consigo mesmo", diz Christian Barbosa

30. Apagar o cigarro

Quem tem menos 40 anos e fuma até 20 cigarros por dia tem quatro vezes mais chances de infartar. Agora, se o consumo for maior, o risco sobe 20 vezes. A explicação é simples: as substâncias do cigarro levam à contração dos vasos sanguíneos, à aceleração dos batimentos cardíacos, além abaixar o HDL, que age como um protetor das artérias.

31. Ouvir a sua música

A musicoterapeuta Maristela Smith, das Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU), tem uma receita interessante para quem quer tirar proveito da terapia da música. "Faça um CD com as músicas que marcaram positivamente a sua vida para criar a sua identidade sonora musical. Escute-o regularmente, principalmente quando estiver precisando melhorar o astral", ensina a especialista.

32. Respirar com consciência

Quando estiver precisando relaxar ou desacelerar seu ritmo, faça a respiração completa. "Inspire calmamente o ar pelo nariz, contando três segundos. Então, bloqueie a respiração por um tempo, retendo o ar, e expire pela boca em seis segundos. Assim, você estará atuando diretamente sobre o sistema nervoso autônomo", ensina o educador físico Estélio Dantas, professor da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.

33. Curtir os animais

Mesmo que não possa ter um em casa, descubra aqueles com os quais possui mais afinidades e dê a si mesmo a oportunidade de tocá-los. Para a veterinária Maria de Fátima Martins, professora de Zooterapia da USP, a convivência com os bichos é uma rica fonte de benefícios psicológicos, físicos e sociais. Ela coordena uma experiência de terapia assistida com animais em asilos. "O contato com os animais tem melhorado a vida dessas pessoas. Para alguns idosos, a experiência foi tão positiva que eles chegaram a diminuir o número de medicamentos que tomavam", conta.

34. Ser muito mais ativo

Comece descendo alguns pontos antes do ônibus. Fazer mais atividades a pé ou de bicicleta, cozinhar, cuidar do jardim, brincar com o seu cachorro, todas essas maneiras de se mexer são válidas. "Um dos segredos da longevidade é encontrar meios de se manter sempre em movimento. De preferência, concentre-se em atividades que também lhe dão prazer, e os benefícios serão maiores", sugere Dan Buettner.

35. Desacelerar o ritmo

"Se você não cria um tempo para estar bem, terá que ter tempo para se cuidar quando ficar doente", alerta Dan Buettner. O primeiro estágio do estresse é a fase de alerta. Ele nos permite realizar muitas tarefas em pouco tempo e aí nos sentimos bem. Porém, quando persistimos na tensão, o organismo entra em fadiga.

36. Comer mais iogurtes

"Eles reforçam a nossa imunidade", explica a nutricionista Gabriela Maia, da Clínica Patricia Davidson Haiat. O que as bactérias vivas contidas nesses potinhos também fazem é melhorar o nosso humor. Afinal, é o intestino que responde pela produção de 95% da serotonina de todo o corpo.

37. Investir no ômega-3

Peixes de água fria (salmão, arenque, sardinha, atum), sementes de linhaça moídas e óleos de peixe, de soja e de canola são ótimas fontes desse nutriente, que tem ação comprovada na redução dos níveis de colesterol e de triglicérides, além de ajudar no controle da pressão e de prevenir o risco de tromboses, que danificam os vasos sanguíneos. O composto ainda é coadjuvante em tratamentos neurológicos e de osteoporose.

38. Controlar o álcool

A curto e médio prazos, o álcool pode engordar, acelerar o processo de envelhecimento e ainda aumentar a pressão arterial. A longo prazo, causa dependência e ainda compromete o funcionamento de todos os sistemas do corpo, com danos mais sérios para o fígado.

39. Brincar com as crianças

É uma excelente estratégia para tirar o foco das preocupações, aproximar a família ou amigos e facilitar o contato intergeracional. E todos esses aspectos estão associados à longevidade. Porém, para funcionar, é preciso que se tenha um mínimo de afinidade com os pequenos.

40. Construir o próprio jardim

Mexer com plantas e flores pode ser um hobby interessante e saudável, desde que você realmente consiga tirar prazer da atividade. "Esse tipo de passatempo é muito válido para prevenir o estresse, tanto quanto fazer trabalhos manuais ou cozinhar. Só não pode virar rotina e obrigação. Se a pessoa tem que cozinhar ou cortar a grama todos os dias, por exemplo, isso passará a representar, na vida dela, mais uma fonte de tensão. E aí os benefícios não virão", explica Armando Ribeiro Neto.

41. Desfrutar do sol

Sentir na pele o calor dos raios solares não é somente uma receita para adquirir disposição e ânimo. Com cerca de 15 minutos de exposição, oferecemos ao corpo algo que só o sol pode dar: a energia necessária para a síntese de vitamina D. "O composto é importantíssimo na fixação de cálcio no organismo, prevenindo a osteoporose, além de fortalecer o sistema imunológico", afirma a endocrinologista Bárbara Carvalho Silva, da Universidade Federal de Minas Gerais.

42. Perdoar mais

"Para envelhecer bem, é preciso olhar para a nossa trajetória de vida aceitando os erros cometidos e desculpando-se por eles.. Da mesma forma, é interessante perdoar aos outros, percebendo que não fomos apenas vítimas", diz a psicóloga Dorli Kamkhagi, colaboradora do Laboratório dos Estudos do Envelhecimento do Hospital das Clínicas (SP). "Perdoar é retirar objetos pesados de uma mochila que carregamos", compara.

43. Dar uma chance à laranja

Uma única unidade é capaz de prover a necessidade que o nosso corpo tem de vitamina C a cada dia. "Protege contra o câncer, afasta aquela gripe chata e até ajuda a pele a se recuperar mais rapidamente dos estragos promovidos pelo sol", diz a nutricionista Gabriela Soares Maia.

44. Alongar o corpo todo

Os problemas mais frequentes do aparelho locomotor, e que estão relacionados ao envelhecimento, são a perda da mobilidade e a osteoporose. "O alongamento, enquanto um treinamento da flexibilidade, é um dos principais fatores de manutenção da autonomia funcional em idosos", garante o educador físico Estélio Dantas.

45. Cochilar após o almoço

Na Península de Nicoya, na Costa Rica, a sesta é um costume institucionalizado. E, em muitas outras partes do mundo, as pausas para um cochilo também são comuns. "Para quem dorme pouco, essa pode ser uma estratégia compensatória", diz o neurofisiologista Flavio Alóe. É como renovar as energias, antes de recomeçar a jornada.

46. Priorizar as pessoas amadas

Este é outro ponto comum dos que vivem nas chamadas Blue Zones. "Eles contam com famílias fortes e se apoiam mutuamente", conta Dan Buettner. Relações verdadeiras nos protegem de situações adversas.

47. Esquecer do sal

A redução de seu consumo é imprescindível para prevenir e controlar a hipertensão que, por sua vez, oferecem as condições favoráveis para que inúmeros problemas de saúde progridam rapidamente, tais como a insuficiência renal e as complicações cardíacas. "O sal em excesso faz o corpo reter mais líquido, o que, além de causar inchaço, também aumenta o volume sanguíneo, elevando a pressão nas artérias", explica a nutricionista Andréia Naves. Para passar bem longe desse drama, vale cortar o sal de cozinha que adicionamos aos pratos durante a preparação, para colocá-lo apenas no momento de consumir, e sempre usando o bom senso. Outra dica é reduzir o consumo de condimentos, pratos prontos, embutidos ou enlatados.

48. Praticar sexo com prazer

A atividade sexual ajuda a aliviar as tensões, já que, durante a relação, ocorre a liberação de endorfinas, substâncias que melhoram o humor. O sexo ainda faz bem para a circulação. Por fim, vale como um excelente exercício e ajuda a reforçar vínculos de afeto.

49. Criar um tempo para a família

A união e o apoio mútuo entre cônjuges, pais e filhos precisam certo investimento de tempo e atenção. Mas como encontrar períodos livres para dedicar a essas pessoas todo o carinho que merecem? "Vale programar um jogo que possam fazer juntos, que permita confraternizar e trocar ideias", diz Christian Barbosa.

50. Usar as dicas diariamente

Caminhar só aos finais de semana ou encontrar mais tempo para os amigos apenas nos períodos em que a rotina de trabalho sossega um pouco podem ser um bom começo, na tentativa de transformar a sua vida para melhor. É preciso, porém, garantir que mudanças pontuais se transformem em hábitos, para colher resultados significativos no que diz respeito à saúde e à longevidade. "As pessoas que eu conheci enquanto preparava o livro possuem diferentes segredos, mas uma coisa que todas elas têm em comum é a disciplina; elas usam seus segredos diariamente, ou seja, fazem da boa saúde uma prioridade, um hábito mesmo", finaliza Gene Stone

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Uma vida de luxo

É impossível viver sem ele; só que existem luxos e luxos.
Para a milionária Barbara Hutton, a herdeira mais rica dos Estados Unidos, um deles foi mandar fabricar um Rolls-Royce em tamanho pequeno para dar de presente a seu filho, então com 9 anos. E, para motorista do carro, contratou um anão. Será que ter dinheiro demais pira a cabeça das pessoas, elas nunca ficam satisfeitas? Detalhe: depois de nove casamentos, Barbara Hutton morreu pobre.
Para não ser radical, admito que algum dinheiro sempre ajuda, mas não é tão fundamental assim. Então vou falar de algumas coisas que são, para mim, o luxo dos luxos e que não custam quase nada. Acordar num domingo de manhã sabendo que a faxineira não vem, que todos os eletrodomésticos da casa estão funcionando e que, com a graça de Deus, o telefone não vai tocar. O dia será silencioso, e o único movimento na casa será o dos gatinhos (agora tenho mais dois) correndo e se enrolando uns nos outros sem emitir um só som. Um domingo assim é um luxo total.
Outra preciosidade é, depois de passar 20 dias sem comer carboidrato, nem unzinho, pegar no armário aquela calça de 15 anos atrás, quando você era uma sílfide, e o zíper fechar. A felicidade é maior do que se ganhasse um brilhante.
E quando você chega da rua, com um calor de matar, pega um copo (bonito, de preferência) e toma uma água bem gelada, não é um luxo?
Se puser dentro de uma jarra (bonita, de preferência) cascas de limão-siciliano e deixar na geladeira, vai ser a água mais fresquinha e perfumada que já tomou.
Não é um superluxo?
Aí você se refresca num chuveiro e depois vai para o quarto, liga o ar-condicionado e se deita numa cama com lençóis brancos limpinhos, cheirosos. Tem luxo maior?
Dar um mergulho num mar azul, sem ondas, sem se preocupar com os cabelos, e depois tomar uma água de coco?
E então comer um peixe grelhado, temperado apenas com sal, limão e um fio de azeite.
Depois de passar por várias paixões sofridas e alguns casamentos errados, não estar apaixonada é um luxo.
Uma sexta-feira, às 7 da noite, você está sozinha, sem a angústia de esperar aquele telefonema. Sente-se independente e decide sair. Enquanto pinta o olho, começa a pensar em que restaurante vai sem ninguém para dizer que prefere outro.
Quando chega lá, toma dois drinques sabendo que é uma mulher livre e resolvida, que não precisa de ninguém para uma coisa tão banal, que é jantar fora. Não é um luxo?
Bom demais é ter resistido à compra daquele vestido lindo, que fez você ficar duas noites sem dormir pensando ?compro ou não compro??, e passar pela loja uma semana depois, ver que ele está em liquidação, pela metade do preço, e que você nem o quer mais.
E quando chega de uma reunião de trabalho com a cabeça quente, se sentindo um lixo, e a empregada fez aquela sobremesa que você adora, não é como se o Universo estivesse todo a seu favor?
E o resultado do exame avisando que sua saúde está ótima?
E seu filho que telefona para dizer que está com saudades?
Percebo que misturei muitos luxos com momentos de felicidade; e existe luxo maior do que ser feliz?


Texto creditado a Danuza Leão


PORQUE RARAMENTE OS HOMENS ESTÃO DEPRIMIDOS?

Nao precisam trocar de sobrenome.

A garagem é inteirinha deles.

Os preparativos para o casamento são simples.

Podem comer chocolate sempre que quiserem.

Não engravidam.

Os mecânicos não mentem pra eles...

Nunca precisam procurar outro posto de gasolina para achar um banheiro limpo.

Rugas sao traços de caráter... (e barriga, de prosperidade)

Ninguem fica encarando os peitos deles quando estão falando.

Os sapatos novos não lhes machucam os pés.

As conversas ao telefone duram apenas 30 segundos.

Para férias de 5 dias, apenas precisam de uma mochila.

Podem abrir qualquer tampa de frasco.

Se outro aparecer na mesma festa usando uma roupa igual, não há problema; chegarão a ser amigos.

Cera quente não chega nem perto de suas regiões íntimas.

Podem comer uma banana, ou chupar um sorvete em lugares públicos, tranquilamente.

Ficam assistindo a TV com um amigo, em total silêncio, por muitas horas, sem ter que pensar: "Deve estar cansado de mim."

Se alguém se esquece de convidá-los para alguma festa, ainda assim vai continuar sendo seu amigo.

Sua roupa íntima custa no máximo 40 reais (em pacote de 3)

Três pares de sapatos são mais que suficientes!

São incapazes de perceber que a roupa está amassada.

Seu corte de cabelo pode durar anos, aliás, décadas.

Uma cor só de sapatos para todas as estações.

Podem levantar a perna das calças sem se preocupar com a aparência das pernas.

Podem fazer as unhas com um trim.

Podem deixar crescer o bigode, se quiserem.

Podem comprar os presentes de Natal para 25 pessoas, no dia 24 de dezembro, em 25 minutos!

Nao e à toa que os homens parecem mais felizes!

E ainda:

Não tem TPM,

Não precisa passar a tarde toda no cabelereiro aguentando muita conversa chata,

Cabelo branco é um charme,

Não sabe e nem precisa saber a diferença entre as cores bege, marfim, pérola , manteiga e areia

Pode esquecer datas importantes do relacionamento,

Não precisa começar a se arrumar pra uma festa 3 dias antes,

Não tem preocupação quanto ao tipo de roupa usar para a tal festa, nem se lembra de comprar um presente,

Supermercado nem pensar,

Cuidar de acomodar visitas, pra que?

E tantas outras coisa a mais!



terça-feira, 18 de outubro de 2011

Outubro Rosa: salvar vidas é um dever de todos

O "Outubro Rosa" é um movimento internacional, que começou nos Estados Unidos e se espalhou pelo mundo, estimulando a particip2erdfc8uijkação da população, entidades, governos e empresas na luta contra o câncer de mama. As ações visam conscientizar sobre a importância da prevenção pelo diagnóstico precoce. A campanha ganhou mais visibilidade quando surgiu a ação de iluminar de rosa monumentos, prédios públicos, pontes, teatros, empresas etc, unindo o mundo através da cor e da imagem visual.

Segundo tipo de câncer mais frequente no mundo, o câncer de mama é o mais comum entre as mulheres, repondendo por 22% dos casos novos a cada ano. É uma doença que pode se manifestar de diversas formas e conhecer os sintomas auxilia no diagnóstico. O sintoma mais comum é o aparecimento de um caroço, que pode ser detectado por exames clínicos e mamografia. Embora seja curável, é uma doença grave e a detecção precoce aumenta em 90% as chances de tratamento e cura. No Brasil, as taxas de mortalidade ainda são elevadas, provavelmente porque a doença é detectada em estágios avançados - pela falta de informação da população.

Auxiliar as mulheres a detectar a doença - aumentando, assim, a chance de cura - é um dever de toda a sociedade. E não há forma mais eficaz de ajudar do que contribuir com a divulgação de informações 3erdfc8uijke a conscientização. Portanto, além de aderir às campanhas na internet, mediante postagens em blogs, redes sociais e sites, é fundamental também lembrar de cuidar daquelas mulheres que estão ao nosso lado: mãe, tias, irmãs, amigas, avó, vizinhas, colegas de trabalho, esposa, primas.

Toda mulher acima de 40 anos ou mais deve procurar um posto de saúde para ter as mamas examinadas, uma vez ao ano. E as que possuem entre 50 e 69 anos devem se submeter a cada dois anos à mamografia. Todas as mulheres têm direito à mamografia a partir dos 40 anos, garantida pela Lei 11.664/2008.

Todos juntos contra o câncer de mama!

  

Daniele Barretto.

Consultora Política; Comentarista e Educadora Política

Facebook: http://on.fb.me/oWKbme

Twitter: twitter.com/DanyBarretto

sábado, 15 de outubro de 2011

Você sabe como surgiu o Dia do Professor?

O Dia do Professor é comemorado no dia 15 de outubro. Mas poucos sabem como e quando surgiu este costume no Brasil.

No dia 15 de outubro de 1827 (dia consagrado à educadora Santa Tereza D’Ávila), D. Pedro I baixou um Decreto Imperial que criou o Ensino Elementar no Brasil. Pelo decreto, “todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras”. Esse decreto falava de bastante coisa: descentralização do ensino, o salário dos professores, as matérias básicas que todos os alunos deveriam aprender e até como os professores deveriam ser contratados. A idéia, inovadora e revolucionária, teria sido ótima - caso tivesse sido cumprida.

teacher Mas foi somente em 1947, 120 anos após o referido decreto, que ocorreu a primeira comemoração de um dia dedicado ao Professor.

Começou em São Paulo, em uma pequena escola no número 1520 da Rua Augusta, onde existia o Ginásio Caetano de Campos, conhecido como “Caetaninho”. O longo período letivo do segundo semestre ia de 01 de junho a 15 de dezembro, com apenas 10 dias de férias em todo este período. Quatro professores tiveram a idéia de organizar um dia de parada para se evitar a estafa – e também de congraçamento e análise de rumos para o restante do ano.

O professor Salomão Becker sugeriu que o encontro se desse no dia de 15 de outubro, data em que, na sua cidade natal, professores e alunos traziam doces de casa para uma pequena confraternização. Com os professores Alfredo Gomes, Antônio Pereira e Claudino Busko, a idéia estava lançada, para depois crescer e implantar-se por todo o Brasil.

A celebração, que se mostrou um sucesso, espalhou-se pela cidade e pelo país nos anos seguintes, até ser oficializada nacionalmente como feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963. O Decreto definia a essência e razão do feriado: "Para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias".

Fontes:
Site www.diadoprofessor.com.br
Site www.unigente.com

Dia do Professor em outros países:

Estados Unidos: National Teacher Day - na terça-feira da primeira semana completa de Maio.

World Teachers’ Day - UNESCO e diversos países - 5 de Outubro

Tailândia - 16 de Janeiro

Índia - 5 de Setembro

China - 10 de Setembro

México - 15 de Maio

Taiwan - 28 de Setembro

Argentina - 11 de Setembro

Chile - 16 de Outubro

Uruguai - 22 de setembro

Paraguai - 30 de Abril

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...